fbpx
como organizar financas pessoais sendo freelancer

Como organizar finanças pessoais sendo freelancer

A grande vantagem de ser freelancer é você poder se dedicar verdadeiramente àquilo que mais gosta e te estimula, num espaço seu, sendo o seu próprio guia. Em contrapartida, o retorno financeiro pode ser desafiador para alguns. Por isso, eu trouxe algumas dicas de como organizar finanças pessoais sendo freelancer.

Como organizar finanças pessoais sendo freelancer: difícil mas não impossível

Trabalhar como freelancer tornou-se a opção de muitas pessoas que preferem ancorar suas energias para produzir aquilo que elas mais amam. Mas a estabilidade financeira torna-se realmente uma dificuldade para quem é freelancer, pois o dinheiro pode não entrar com tanta regularidade se comparado a um emprego fixo em uma empresa.

Mantenha-se ativo e vá à luta

Se manter ativo é uma atitude fundamental para que o seu trabalho como freelancer prospere. E trabalhar como freelancer te permite buscar cada vez mais parcerias e ampliar sua cartela de clientes. Agregando mais trabalhos e projetos, e, assim, revertendo em ganhos para o seu negócio. Mas, para que dê certo, o seu foco e a sua determinação são essenciais. E, sobretudo, a entrega de um trabalho de qualidade dentro do prazo estipulado. Assim, é muito importante cativar e, principalmente, reter o seu cliente. Sobretudo, se for um bom cliente, que te procura com periodicidade e cumpre com os pagamentos. E que pode, até mesmo, indicar o seu trabalho para outras pessoas. Portanto, cultive parcerias como essa.

É econômico por um lado e dispendioso por outro

De fato, trabalhar como autônomo, e, sobretudo, o trabalho home office, são formatos muito econômicos, pois te permitem economizar com transporte, alimentação e aluguel. Mas, por outro lado, existem outros custos com os quais você deve arcar. Como exemplos estão os gastos com a eletricidade, com a internet e, em muitos casos, com as ferramentas necessárias para a realização do seu trabalho. Todos esses fatores devem ser contabilizados para manter as suas finanças em ordem. E, inclusive, para elaborar o seu orçamento e compor o valor do seu trabalho. E como fazer para aumentar os meus ganhos? Vejo muitas pessoas se deparando com essa questão e, acima de tudo, se perguntando como organizar finanças pessoais sendo freelancer.

Comportamento financeiro é essencial

Então, como organizar finanças pessoais sendo freelancer de nada adianta sem pôr em prática ações concretas. O nosso comportamento é fundamental para que essa modalidade de trabalho nos dê o retorno que tanto almejamos. E, portanto, eu trouxe algumas dicas de comportamento para que você reflita se existe alguma coisa que precisa ser mudada e adaptada. Muitas vezes, é na simplicidade onde erramos e, por isso, nem nos damos conta.

1. Evite gastos desnecessários

Você já parou pra pensar naquela blusinha básica que estava em promoção e que você comprou mas nem precisava tanto? E no seu almoço fora porque ficou com preguiça de preparar a sua refeição? Já pensou se podia ter pego um transporte público ao invés de um táxi para se locomover num dia mais tranquilo?

Pois é. Parece muito, muito pouco, mas se você juntar esses gastos que você teve desnecessariamente, e pôr numa balança no fim do mês, verá que poderia ter poupado (e muito!) o seu orçamento.

2. Mantenha o foco

Se você optou por ser freelancer, entenda que essa é uma modalidade de trabalho como outra qualquer. E isso requer disciplina e muito foco para realizar suas atividades e aquilo que propôs fazer.Encare todos os dias como dias de trabalho, que exigem dedicação para conseguir o retorno pretendido. E faça desse retorno a sua renda mensal para viver, e não apenas como um “extra”.

Aproveite para conhecer 7 dicas para manter o foco no trabalho remoto e se tornar mais produtivo.

3. Faça uma reserva financeira de emergência

Como disse anteriormente, uma das maiores dificuldades para um freelancer é ter uma periodicidade no retorno financeiro. E ter a certeza que, a cada mês, aquele valor entrará na sua conta. Justamente por esse motivo é fundamental você fazer uma reserva financeira para que seus gastos fixos mensais sejam pagos e quitados corretamente. Então, saiba quanto você gasta efetivamente por mês para que, caso fique sem um job em um período de 3 meses, por exemplo, você tenha condições de pagar as suas contas.

4. Garanta sua renda fixa

Essa última dica de comportamento sobre como organizar finanças pessoais sendo freelancer  pode parecer estranha. Mas acredite, ela é real. É possível ser freelancer e garantir a sua renda fixa por mês através das suas parcerias.

Inscreva-se em nossa Newsletter! 🚀

Que tal receber todas as novidades do Vida de Home Office?

* Campo obrigatório

Para isso você deve, primeiramente, passar um orçamento de trabalho para o seu cliente e, se necessário, negociar um valor com ele.

E, depois, firmar um contrato de prestação de serviço constando os dados do contratado e do contratante, bem como todos os termos e cláusulas.  E, de preferência, realize contrato de 1 ano para que você tenha assegurada a sua renda fixa por esse tempo determinado.

Aplicativos que te ajudam a organizar suas finanças pessoais

Sim, querido leitor! Eles existem para nos ajudar a organizar o nosso orçamento pessoal. E, por isso, eu trouxe os 5 melhores apps para você baixar e começar a usar hoje.

Como organizar finanças pessoais sendo freelancer ficou ainda mais fácil utilizando a tecnologia a nosso favor, não é mesmo?

1. GuiaBolso

O GuiaBolso é para você que quer fugir de planilhas e procura organizar suas transações em categorias. Além disso, esse app permite sincronizar contas de diversos bancos, como Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Nubank.E você ainda consegue, através desse app, consultar a situação do seu CPF e buscar empréstimos com taxas mais baixas.

2. Toshl Finance

Esse app é bastante conhecido e preferido por muitos, por ser bastante exigente. Na versão paga, você pode categorizar as despesas e receitas, e sincronizar com outros dispositivos. E o Toshl Finance tem o suporte de cerca de 200 moedas, incluindo 30 criptomoedas.

3. You Need A Budget

O You Need a Budget é diferente de todos os outros apps, pois te ajuda a organizar as suas finanças para quitar as suas dívidas. E está na minha lista de como organizar finanças pessoais sendo freelancer utilizando apps porque também te ensina a poupar dinheiro para algum imprevisto.

4. Mint

Esse é um app recomendado por muitos especialistas. O Mint te auxilia a registrar os seus gastos pessoais, controlá-los e ficar mais consciente das suas compras e dos seus pagamentos. Ele também permite sincronizar as suas contas bancárias e cartões de crédito.

5. Moneywise

Quer um app que dispensa conexão com a internet? Então o Moneywise é o ideal. “O Melhor Aplicativo de Monitoramento de Orçamento para Android” pelo lifehacker.com te permite registrar suas despesas e criar orçamentos. Além de oferecer a possibilidade de categorizar cada transação com etiquetas para filtrar a sua receita. E, se você gosta de gráficos, esse app disponibiliza vários, de acordo com a categoria e o período.

Dica extra

E, por fim, para te ajudar a se organizar financeiramente sendo freelancer, indico o livro da Nathalia Arcuri, “Me Poupe! 10 Passos Para Nunca Mais Faltar Dinheiro No Seu Bolso”. A Nathalia Arcuri é uma jornalista e educadora brasileira conhecida pelo “Me Poupe!” no YouTube, o maior canal sobre finanças do mundo.

Para te adiantar um pouco, a autora caracteriza o “autônomo freela” como um dos tipos de trabalhador autônomo. E, segundo ela, esse é o trabalhador que mais sofre, porque ele nunca sabe direito quanto vai ganhar naquele mês.

Mas, para esse tipo específico, ela traz dicas valiosíssimas para se ter mais disciplina e sobre como organizar finanças pessoais sendo freelancer. Fazendo, assim, sobrar dinheiro no fim do mês.

📌PIN ME

Mineira de BH finalizando um Mestrado em Marketing em Portugal, Lorena descobriu o universo do Marketing digital. Conciliou a sua facilidade em escrever com o prazer de se desenvolver nessa área tão promissora! Formada em Comunicação Social, ela seguiu o seu sonho e, em 2012, estudou uma outra paixão em Paris: Moda. Ela ama viagens, gastronomia e arte. E, para ela, "the sky's the limit!"
Post criado 2

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo