fbpx
mitos sobre o trabalho home office

Derrubamos 11 mitos sobre o trabalho Home Office. Confira!

O trabalho remoto vem se tornando uma realidade cada vez mais comum (e mais procurada pelo funcionários). Porém, ainda persistem alguns estereótipos que não correspondem à realidade, e que muitas vezes faz com que empresas hesitem em oferecer esse modelo de trabalho e trabalhadores negarem ótimas vagas para trabalhar de casa por não medo de não se adaptar. Mas há diversos mitos sobre o trabalho home office e vamos desmistificá-los agora!

Vem entender melhor sobre o trabalho remoto!

Incertezas sobre o trabalho home office

Quando o assunto é trabalho remoto algumas pessoas ficam desconfiadas. Isso porque ainda existe muita confusão sobre o que significa o home office, desde a falta de distinção entre uma equipe remota e um funcionário que faz parte de um escritório, mas, eventualmente, trabalha de casa, até a noção equivocada de que colaboradores remotos não produzem.

A empresa deve prestar suporte ao funcionário remoto

A verdade é que o sucesso do trabalho home office é de responsabilidade do empregador.  Para dar certo a empresa terá de implementar muito bem. Mas com certeza a iniciativa é altamente positiva quando os líderes estão comprometidos a estimular e oferecer as ferramentas de produtividade necessárias para que o profissional se mantenha motivado, bem como manter-se próximo, demonstrar (e ter) interesse pelo funcionário e pelo seu bem-estar, manter reuniões junto de toda a equipe e acompanhar o trabalho de cada funcionário de perto.

Estabelecimento de diretrizes claras são indispensáveis para aumentar a produtividade do funcionário remoto e fazer com que o modelo de trabalho seja um sucesso.

Funcionário novo no pedaço

Para quem nunca teve a oportunidade de trabalhar remotamente, atente-se à algumas habilidades necessárias para manter ou até melhorar sua produtividade. Trabalhar de casa é ótimo, mas requer muita disciplina.

Confira nossas 7 dicas de como se organizar trabalhando de casa.

Já para as empresas que estão a contratar um funcionário que nunca trabalhou remotamente, o cuidado deve ser dobrado!

Uma modalidade recente

Com o avanço da tecnologia, muitas empresas passaram a flexibilizar seu regime de trabalho e adotar novas políticas. Embora seja uma realidade há anos no Brasil, o contrato home office foi legalmente regulamentado somente em 2017, a partir da aprovação da Lei 13.467 (Reforma Trabalhista).

Prática cada vez mais comum

Ainda que o expediente no escritório em horário comercial permaneça como uma prática dominante, a tendência é que o trabalho remoto se torne cada vez mais comum: segundo levantamento global da empresa de consultoria de recursos humanos Randstad, 45% dos entrevistados no Brasil afirmaram que a maneira tradicional de trabalho está mudando para formas mais flexíveis.

Inscreva-se em nossa Newsletter! 🚀

Que tal receber todas as novidades do Vida de Home Office?

* Campo obrigatório

Mitos do trabalho home office

Veja alguns mitos a respeito do trabalho remoto:

1. Trabalhar home office é fácil

Não é! 👎
Como é frequente que o profissional trabalhe no mesmo lugar em que vive, há uma possibilidade dele se sobrecarregar com o serviço e as tarefas de casa se não souber gerenciar seu tempo. E isso não é nada fácil.

Listamos algumas das frases que todo trabalhador home office já ouviu uma vez na vida. Descubra quais são!

2. É tranquilo

Não é! 👎
Trabalhando remotamente o funcionário pode ter que lidar com alguns transtornos como ruídos externos, perda de privacidade e interrupções não relacionadas ao trabalho, caso compartilhe a casa com outras pessoas.

3. É solitário

Não necessariamente. 🤷
Embora algumas pessoas optem por trabalhar sozinhas em casa, também é possível utilizar cafés, bibliotecas, espaços de coworking e até praças de alimentação para o expediente.

4. Deixa as interações obsoletas

 Não e não. 👎 
Embora acredite-se que o trabalho a distância torna as interações entre as pessoas obsoletas, este também é um mito. Funcionários e gestores podem, e devem, se reunir com frequência para discutir as estratégias da empresa, conversar com os clientes e confraternizar entre si.

Além disso, mesmo quando não é possível que os profissionais se encontrem presencialmente, chamadas e teleconferências fazem parte da rotina do home office.

Confira nossas dicas para se manter atualizado trabalhando remoto.

5. É improdutivo

 De jeito nenhum! 👎 
É comum presumir que o profissional que trabalha remotamente não consegue manter o foco em suas tarefas por não contar com a vigilância de um superior. Porém, isso é um mito: um estudo publicado pela Harvard Business Review mostrou que a produtividade do trabalhador remoto aumentou em 13,5% nas empresas verificadas. Isso porque os profissionais enfrentam menos interrupções e dispõem de maior quantidade de tempo para se concentrar.

Aliás, também já demos algumas dicas para manter o foco no trabalho remoto e se tornar mais produtivo.

6. É inseguro

 Não. 👎 
Algumas empresas temem que funcionários remotos quebrem a confidencialidade de seus dados e informações. Porém, isto não procede. Hoje já é possível contar com soluções seguras desenvolvidas por equipes de TI, que podem monitorar e controlar as informações sem precisar ter acesso à máquina do profissional.

7. É caro

 Jamais. 👎 
Outra preocupação comum das empresas é que trabalhadores remotos aumentem os custos. No entanto, a realidade mostra que os custos indiretos diminuem, uma vez que há redução de gastos com transporte, manutenção, móveis, equipamentos, alimentos, aluguéis, entre outros.

8. Afeta a cultura da empresa

 Nunca. 👎 
Ainda que a proximidade entre os membros da equipe possa ser afetada devido à distância, é um mito que o trabalho remoto afete a cultura da empresa. Na verdade, a cultura organizacional está ligada à estratégia de comunicação entre colaboradores e gestores, que deve ser focada na valorização e reconhecimento dos funcionários.

9. Não há benefícios trabalhistas

 Mentira. 👎 
Em 2011, foi sancionada a lei que previa os mesmos direitos da CLT para quem trabalha em home office. O que mudou com a nova lei trabalhista é que o teletrabalho não está mais sujeito ao controle de jornada, sendo excluída a necessidade do pagamento de horas extras.

Já trabalhadores autônomos regularizados como MEI têm direitos trabalhistas assegurados, como aposentadoria, auxílio-doença, salário-maternidade, auxílio-reclusão e pensão por morte.

Leia mais sobre o assunto no mega guia para contratar funcionário remoto.

10. Trabalha 100% do tempo

 Não! 👎 
Ainda que seja uma modalidade flexível, quem trabalha a distância mantém uma carga horária semelhante à dos funcionários de escritório. Com boa organização do tempo, é possível trabalhar de casa e manter uma rotina de atividades pessoais sem prejuízos.

Há até quem trabalhe menos de casa do que do escritório, entregando  a mesma quantidade e qualidade  de trabalho. Com o foco voltado totalmente para a conclusão de cada tarefa com êxito, não é preciso trabalhar nem mais um segundo. E convenhamos que é muito mais fácil de se concentrar a partir do escritório de casa do que de um escritório cheio e por vezes barulhento demais, que pode te distrair e atrasar seus tarefas, não é mesmo?

Não esquece de dar aquela passadinha e ler o artigo Tudo sobre Home Office para entender melhor do assunto!

11. É impossível

Nada é impossível! 🧡
Como já mencionado, o home office vem cada vez mais sendo adotado pelas empresas, o que demonstra que é, sim, uma modalidade de trabalho perfeitamente viável e possível, que reduz custos e proporciona qualidade de vida para as pessoas.

Se você ainda tem dúvidas, não deixe de ver quais são os profissionais que podem trabalhar de casa.

E você?

📌 Pin me

Renata Arruda é comunicadora com atuação no jornalismo cultural, tendo colaborado com veículos como HuffPost Brasil e Canal Lifetime. Há dois anos se dedica ao trabalho como redatora em Home Office e vive uma vida mais realizada.
Post criado 5

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo