fbpx
Precisamos falar de puxa-saquismo

Precisamos falar de puxa-saquismo: é chato e ninguém gosta

Precisamos falar de puxa-saquismo: sempre há um puxa-saco no ambiente de trabalho s̶e̶ ̶v̶o̶c̶ê̶ ̶n̶ã̶o̶ ̶c̶o̶n̶h̶e̶c̶e̶ um,̶ então ̶d̶e̶v̶e̶ ̶s̶e̶r̶ ̶u̶m̶ ̶d̶e̶l̶e̶s̶, não é mesmo?

Não sou psicóloga mas falo como telespectadora daquilo que vejo (e não acho nada bonito).

Cultura organizacional no Brasil

O Brasil é modelo até para a Europa em alguns aspectos (juro). Temos muitas empresas grandes, muita mão de obra qualificada, nossa população está cada vez mais informada, graduada, pós graduada, etc. A área de marketing não para de crescer, testar ideias novas, se especializar e é exemplo para o mercado em outros países, que estão se adaptando à área. A área de Tecnologia é super qualificada e atualizada. Não é à toa que tantas empresas estão desesperadas procurando talentos brasileiros pelo LinkedIn dispostos a migrar para a Europa.

Resumindo: somos muito para frentex em muitos assuntos. . . mas, meus caros. . . tem alguns quesitos que precisamos evoluir, sejamos francos. Dar corda para puxa-saco é um deles.

O/A puxa-saco

Definição de puxa-saco

De acordo com o Dício:

Quem bajula, elogia muito alguém, geralmente buscando obter vantagens ou benefícios; bajulador: o puxa-saco já chegou para ver se consegue um elogio do chefe.
Puxa-saco é sinônimo de: adulador, bajulador.

Bajulador não, pelo amor de Deus

Eu não vi 1, nem 2, nem 3 puxa-sacos que conseguiram o que queriam.

Até parece que estão indo bem na vida, não é?!
Pois não estão. E eu vou dizer os motivos. Geralmente esse perfil de pessoa:

  • É insegura (e passa essa imagem);
  • Tem auto-estima baixa;
  • Não sabe fazer networking;
  • Só faz favores para seus superiores;
  • Dá razão para tudo o que o chefe fala ou faz;
  • E, no pior dos casos, falta qualificação profissional (pelo menos para aquela vaga).

Empregabilidade do cidadão negro no Brasil: entenda porquê é importante abordarmos o assunto

A Insegurança

Todo mundo tem certa insegurança, em algum aspecto (sou insegura para pedir aumento kkkk). Mas quando a nossa insegurança prejudica outras pessoas, o caso fica mais delicado, independente do tamanho da empresa!

A falta de qualificação profissional

Olha que grave! A falta de qualificação profissional afeta em tantos níveis numa empresa: o trabalho em equipe, o setor como um todo dentro da empresa, financeiramente falando, também. Desestabiliza tudo e todos, além de prejudicar a própria pessoa.

Como dizem :
– Puxa saco é igual ao carvão: apagado ele te suja, acesso ele te queima.

Inscreva-se em nossa Newsletter! 🚀

Que tal receber todas as novidades do Vida de Home Office?

* Campo obrigatório
Tadinho do carvão que não tem nada a ver com a história. ahahahah

Tatuagem e trabalho combinam? Leia tudo sobre o preconceito no mercado de trabalho.

Mas qual é o problema em ser puxa-saco?

Bajular alguém em troca de algum benefício pessoal não é algo que se admire. Você admira alguém puxa-saco? Por isso precisamos falar de puxa-saquismo.

Eu admiro pessoas que estudam, se qualificam, que buscam seus sonhos sem pegar atalho. Que se mostram eficientes sem atropelar o colega de trabalho, sem tirar crédito do trabalho em equipe, sem diminuir o trabalho alheio. Gosto de profissionais que se prontificam a dividir conhecimento com a equipe, ou então que estejam interessados em aprender e ouvir o que você tem para falar. Esse é o tipo interessante.

Leia também sobre diferença salarial entre gêneros: existe e precisa acabar.

Puxa-sacos conseguem alguma coisa…mas não vão tão longe

Tudo que vem fácil, vai fácil. Esse perfil de pessoa raramente consegue se encaixar em uma equipe…os motivos você sabe.

Nas empresas que trabalhei até hoje sempre formaram-se equipe lindas! Todo mundo se ajuda, troca informação, e cada um tinha seu valor e sua habilidade . Orgulhosa das equipes de que fiz parte por aí! 😉

(Um salve pra ‘Dream Team’ que formamos no meu último trabalho no Brasil: Amanda, Ana Paula, Bruno, Devânia, Elen, Fernanda, Mayara, Rodrigo, Thaisa – ufa! Adoraria trabalhar com vocês novamente).

Mas como eu lido com o meu coleguinha puxa-saco?

Com diálogo. Vá até seu coleguinha e converse! Fale do seu ponto de vida, mas primeiramente tente entender a pessoa, veja se está tudo bem com ela. Preste suporte no que você conseguir.

Mas como eu lido comigo mesmo? ‘Gosto de ser amado no trabalho, como faço’?

Uma coisa não tem exatamente a ver com a outra. Fazer amizade com o boss, ok! Mas não destrate alguém no mesmo nível ou abaixo do seu nível hierárquico nas empresas. Seja educado, preste ajuda e atenção à todos os colegas de trabalho, seja dele quem for. Seja ele o CEO, o pessoal da limpeza, o segurança do prédio, o consultor, que aparece no escritório algumas vezes na semana, enfim. . . 🙂

Só.não.seja.essa.pessoa.

Viu como precisamos falar de puxa-saquismo? Enfim…tente sempre ser melhor, dar o seu melhor. Peça feedback da equipe toda. Analise seu entorno. Como as pessoas reagem com você, como você reage de volta. Tenho certeza que há qualidades aí para serem lapidadas. Vai fundo! 😀

É isso. Conheceu alguém assim? Não esquece de compartilhar para dar aquela indireta. 🔥

📌Pin me

Publicitária na área de marketing digital, resolveu trocar ideias sobre o mundo do Home Office. Morando no exterior, encontrou a oportunidade de trabalhar a partir de casa e viver uma Vida de Home Office 🧡.
Post criado 23

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo